Abrindo as pernas para um Estranho

– Tudo certo, está marcado para daqui 5 dias.
-Ok, estarei aí.

Enfim chegou o dia.

-Com licença, eu marquei uma…
Quando fui interrompida por um:
-Só aguardar.

Olhares vinham de todos os lados e direções. Provavelmente aquelas garotas ali sentadas com olhos de corujas, também passariam pela mesma “sessão tortura-paga” que eu. Mal consigo acreditar que esperei 5 dias por aquele momento. Mas afinal, quem precisa pagar pra alguém colocar as mãos em você?
Pra mim não era novidade nenhuma aquilo e eu também não era nenhuma marinheira de primeira viagem pra não saber como era o ‘proceder’.

A única certeza que eu tinha, é de que teria que pagar por aqueles 20 e poucos minutos. Enquanto passava o tempo e mais se aproximava a minha vez, garotas saiam de uma outra sala, sem falar absolutamente nada e iam embora dali. E pensar que daqui a pouco, eu é quem estaria saindo por aquela porta, subtraída de algumas dezenas de reais.
Tá. Tudo bem. Eu estava um pouquinho tensa, sim. Afinal deviam ter uns 6 meses ‘no mínimo’ que eu não me preocupava com estas coisas. Não que não fosse importante.

Mas enquanto tentava me distrair pensando na morte da bezerra, alguns flashs passavam na minha cabeça. Poxa, essa seria apenas mais uma vez pra mim, como qualquer uma das minhas outras vezes, não era possível que fosse ser tão ruim assim. Por que tanta tensão?!Quando em meio aos meus pensamentos soltos, escuto alguém me cutucando no ombro:

-Hey, sua vez! Pode passar!
-Há, obrigada!

Entro em um outro ambiente. Belas cortinas e ar condicionado. Alguém estava à minha espera ali. Eu sabia que não duraria mais do que 30 minutos e logo iria embora daquele lugar. Depois de contar alguns problemas íntimos para aquele ‘estranho’ e também um pouco da minha vida sexual, ouço…

-Tira a sua roupa, abra as pernas e relaxa. (Mas assim, sem clima nenhum? Perai! Mas a gente nem se conhece direito!)

Ai meu Deus, é agora… Pensei.
Essa história de abrir a pernas pra um estranho, é estranho, hein?! Como nós garotas ficamos nesta história? Chegar e ir arregaçando tudo assim à Deus dará? E o som?E a meia luz? E a TV pra quebrar aquele silêncio? Bem, eu precisava relaxar, afinal muitas garotas como eu deviam passar pelo que eu estava passando naquele momento.

-Vamos lá então, garota.
-Err, assim? Hãã, tá.Vamos.
-Não vai doer nada, ok? É rapidinho…
(Neste momento meu coração duplica os batimentos e os meus olhos estão arregalados para o teto…Quando escuto:)
-Tá tudo bem?
-Há tá sim e você? ( Queria mesmo era ser tragada pela terra naquele momento, abduzida por ET’s, teletransportada…)
Certeza que ele pensou: “Que garota mais estranha..”

Há eu tava tensa, pronto falei!E quando a gente fica assim, aí ferra tudo. Poxa, mas eu já tava acostumada, era só mais uma vez qualquer, nada de especial. Porque haveria de ser diferente das minhas outras tantas vezes?
Ufaaa…passado quase uns 20 minutos, tempo mais do que suficiente para terminar a função… Tô pronta. Nem acredito! E nem doeu nada! Graças à Deus tudo acabou, e como eu previa, em menos de 30 minutos estaria saindo por aquela porta como as outras tantas garotas que lá estiveram.

Depois de sofrer por antecipação, a minha consulta com o novo ginecologista foi bem tranquila. Sobrevivi.

PS: É uma pena os homens serem machões e conservadores demais, para contarem as suas experiências!

Recomendados para você:

(Visited 181 times, 5 visits today)

5 Comentários

  1. Renato disse:

    Não sou machão ou conservador d+ para contar a minha é que nunca fui ao urologista.

    dever ser mais facil que a mulher ja que o negocio é externo e ele pode olhar sem nem tocar nele praticamente

  2. Paulo disse:

    Saquei de primeira o que era, mas ficou divertido (x

  3. Enilton disse:

    Gente que susto! hehehe

    A princípio eu tinha clara idéia de que ela falaria das pessoas que saem com qualquer um por aí, daí num dado momento da leitura eu comecei a entender o desenrolar do texto e vi que se tratava de uma consulta. =]

    Realmente a mudança de ginecologista deve ser algo digamos “desconfortável” pra uma mulher pois ela literalmente se abre pra um estranho hehehe.

    Apesar que pô… Ah deixa pra lá estou quase fazendo outro texto hehehe

  4. Anonymous disse:

    Muito pré-adolescente…

  5. Liange Angeli disse:

    ui.. tem adultos lendo meu blog! huieuhiuheu

Comente (será moderado)

*