Inchaço nas pernas e nós pés durante a gravidez

Não é nada incomum ouvir nos consultórios médicos, principalmente nos dias de verão, reclamações de gestantes sobre pernas e pés inchados. Isso acontece porque o calor provoca uma dilatação maior dos vasos sanguíneos, fazendo com que o sangue circule mais devagar e com que o corpo retenha mais líquidos. Porém, inchaços podem surgir durante toda a gravidez. Eles são conhecidos como edemas gravitacionais, que começam ao longo do dia e se intensificam no final da tarde e começo de noite.

Inchaço nas pernas

Na alimentação, use pouco sal para temperar os alimentos e evite consumir muitos ingredientes com o teor alto de sódio. O sal retém líquidos e nos deixa ainda mais inchadas. Procure evitar o salame, a linguiça, a salsicha, o fast food e os temperos prontos, e beba muita água, comendo diversos legumes e verduras.

Faça exercícios físicos!

Exercícios físicos ajudam a reduzir o inchaço. A hidroginástica e a natação são alguns deles, pois melhoram a circulação sanguínea. Mas não faça nada sem antes conversar com o seu médico, que irá avaliar se você pode realizar atividades físicas ou não.

Use meias para gestantes e cremes específicos

Inchaço nas pernas e nós pés durante a gravidez (Foto: Reprodução)

Inchaço nas pernas e nós pés durante a gravidez (Foto: Reprodução)

Meias elásticas de compressão são muito importantes para o combate ao inchaço. Elas devem ser usadas diariamente, desde o início da gravidez até o período pós parto. Com relação ao uso de cremes, tenha cuidado ao escolher o produto. Os que contém cânfora não devem ser utilizados, pois podem fazer mal ao feto. Nesse caso, procure o seu dermatologista que irá indicar os cosméticos certos para o seu caso.

Levante as pernas e pés no final do dia e faça uma massagem gostosa!

No fim do dia é recomendável que a gestante coloque as pernas para o alto ao acomodá-las em alguns travesseiros, para elevar os pés. A massagem é outra opção eficiente e gostosa. Já a drenagem linfática apresenta restrições. As sessões só devem começar depois do terceiro mês, e a região abdominal não deve ser massageada, concentrando os movimentos nos braços, pernas, costas e glúteos.

Mais sintomas e doenças (Pré-eclâmpsia)

Cuide-se na gravidez (Foto: Reprodução)

Cuide-se na gravidez (Foto: Reprodução)

Apesar de ser comum durante a gestação, o inchaço associado a outros sintomas deve ser tratado com o ginecologista. Ele pode ser um sinal de complicações como o aumento da pressão arterial, por exemplo. Uma doença que tem bastante relação com a gravidez é a pré-eclâmpsia, que pode incitar partos prematuros e trazer riscos para a mãe e para o bebê. Ela provoca inchaços e aumento de peso pelo excesso de água retida. Gestantes com problemas de hipertensão ou com os sintomas apresentados acima devem procurar urgentemente ajuda profissional.

Gostaram das dicas, meninas? Vocês estão enfrentando problemas de inchaço durante a gestação? Não deixem de comentar!

Recomendados para você:

(Visited 11 times, 1 visits today)

Comente (será moderado)

*